Imagem capa - A nova beleza por Galeria MoriSarti

A nova beleza

É preciso saber apreciar o processo de envelhecimento. Tal como se apresenta, a percepção da decadência física como algo ruim deve ser entendida como um processo de evolução natural das coisas. A vida não teria graça se fosse infinita e juvenil! Imagine-se poder se fartar de álcool e varar as madrugadas por toda eternidade? Não, até mesmo os vícios e hábitos carregam em si um poder de auto esgotamento. É preciso aprender a ter paciência, a saber tolerar, a não perder o tempo que resta com coisas vãs e mesquinhas, a não se estressar, a ter conhecimento de que isso vai dar errado e aquilo é o bom caminho. É um caminho com começo, meio e fim.